ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Coronavírus

Pelotas passa para bandeira vermelha no Distanciamento Controlado

Divulgação preliminar foi feita no início da noite desta sexta-feira (3)

Por Vitória Leitzke 03-07-2020 | 19:00:06

Pelotas passou para bandeira vermelha no Distanciamento Controlado do Governo do Estado nesta sexta-feira (3). Segundo divulgação preliminar da nona semana do modelo, com vigência entre os dias 7 e 13, a região Sul está com risco alto para o novo coronavírus.

Esta é a primeira vez que a região fica com bandeira vermelha desde a implantação do Distanciamento, em 11 de maio. De acordo com o Estado, dentre os indicadores de velocidade do avanço do vírus na macrorregião, o indicador de" hospitalizações confirmadas para Covid-19", nas duas últimas semanas, e o "de pacientes em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI)", no último dia, obtiveram bandeira preta nesta semana.  

Arte: Governo do Estado

A atualização ainda aponta que houve um aumento de 144% entre as duas semanas no número de internações confirmadas para a doença nos últimos sete dias, passando de nove na semana anterior para 22 na atual. Além disso, o número de internados por Síndromes Respiratórias Agudas Grave (SRAG) em UTI (de 13 para 17), o número de internados em leitos clínicos Covid (de oito para 12) e de internados em leitos de UTI Covid (de 9 para 15) cresceram na Zona Sul.

O aumento de casos e de hospitalizações provocou o agravamento dos indicadores de estágio da evolução na região e de incidência de novos casos sobre a população, prejudicando a capacidade de atendimento na área.  

A prefeita Paula Mascarenhas fez pronunciamento nas redes sociais logo após a divulgação e afirmou que as próximas horas serão de análise dos dados e dos critérios feitos pelo Governo do Estado. Em transmissão de vídeo ao vivo realizada na última quinta-feira (2), a chefe do Executivo já havia falado sobre a expectativa da alteração na bandeira no município.

“Na última live, que fiz durante esta semana, já anunciei uma possibilidade de mudarmos para bandeira vermelha. É importante as pessoas entenderem que isso é uma avaliação regional, não é uma avaliação exclusiva de Pelotas”, iniciou em explicação online à população.

Conforme o boletim epidemiológico desta sexta, Pelotas tem 16 pessoas hospitalizadas: cinco são de outros municípios e 11 são pelotenses. “Destas hospitalizações, oito estão em UTI. Nós temos 31 leitos de UTI para a Covid-19, oito ocupados e isso significa uma ocupação de 25%”, informou Paula.

“O que vamos fazer nas próximas horas é estudar com muito detalhe os critérios que foram avaliados pelo Estado e também um trabalho que estou recebendo pela Vigilância Epidemiológica e pelo Observatório de Segurança Pública com o perfil dos infectados, porque para a gente tomar qualquer decisão que seja ou de endurecer as regras ou de buscar um recurso junto ao governo do Estado, isso vai depender justamente de identificarmos aonde estão os nosso problemas, o que está provocando este aumento de casos”, destacou a prefeita.

Paula finalizou destacando que seguirá tomando decisões embasadas em critérios técnicos e científicos. “Sabemos que não existe dicotomia entre Saúde e Economia, nós precisamos das pessoas com saúde, fortes e dispostas para poder fazer o desenvolvimento da nossa cidade, mas, obviamente, nós não podemos de forma irresponsável fechar atividades econômicas sem ter certeza que o problema está neste segmento”, ressaltou.  

Metade do Estado está em bandeira vermelha

A atualização preliminar aponta que 10 regiões no Estado estão com risco alto, por isso, estão em bandeira vermelha. Mesmo sendo metade das regiões do Distanciamento Controlado, as regiões avermelhadas somam 73,4% da população gaúcha. Na rodada passada do modelo, eram seis regiões com risco alto.  

Nesta semana, Taquara passou de bandeira amarela direto para vermelha, junto à Palmeira das Missões, Pelotas, Erechim e Caxias do Sul, que estavam em bandeira laranja. Bagé, que estava com risco baixo para o vírus, foi para risco médio. Além disso, cinco regiões permaneceram sem alteração: Porto Alegre, Capão da Canoa, Novo Hamburgo e Canoas. Passo Fundo permanecem com os mesmos indicadores da semana passada e seguem em bandeira amarela.

No Estado, a única região que apresentou redução de risco foi Santo Ângelo, que passou de risco alto para médio. Demais regiões não tiveram alteração na bandeira final.

Agora, prefeitos e associações de municípios – no caso de Pelotas, a Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul) – têm até as 6h de domingo (5) para apresentar recurso se tiverem interesse. Na segunda-feira (6), o Gabinete de Crise do Estado analisará os dados enviados e divulgará a bandeira definitiva.  

Tags

Distanciamento Controlado, bandeira vermelha, região de Pelotas, prefeita Paula Mascarenhas, risco alto, novo coronavírus, Covid-19

Carregando 0%