ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Serviços Urbanos e infraestrutura

Prefeitura aposta no reparo de tubulações para melhorar drenagem

Seguindo o Código de Posturas, moradores da rua Uruguaiana, Laranjal, adquiriram canos. Equipe da Ssui executa serviço

Por Ascom 07-10-2019 | 13:54:53

A drenagem é um dos principais problemas enfrentados em Pelotas, nos períodos em que há maior incidência de chuvas, em especial nas vias não pavimentadas. Em razão dos contratempos, a Secretaria de Serviços Urbanos e Infraestrutura (Ssui) trabalha diariamente na desobstrução e troca de encanamentos, bem como na construção de caixas de esgoto. Desde a semana passada, a rua Uruguaiana, no Laranjal, é um dos pontos em que a Prefeitura atua.

O acúmulo de água e dejetos foi registrado, primeiramente, no número 415, residência do aposentado Cláudio Lobo, que solicitou à Coordenadoria de Serviços e Ações Comunitárias (Cosac) da região para que fossem feitos os reparos. No local, foi atestado o desgaste da tubulação e seu entupimento, ocasionando a falta de vazão. Como definido pelo Código de Posturas do Município, o morador comprou os dois tubos necessários à renovação do encanamento, localizado na frente da casa, e a Ssui executou o serviço, fazendo também uma caixa de esgoto, que não existia.

União dos moradores

Mas, como a drenagem continuou prejudicada, a Secretaria constatou que os empecilhos se estendiam a outras moradias, e a comunidade se uniu a fim de auxiliar o Município a efetuar os consertos. “Está ficando ótimo! Antes tinha que usar galochas pra sair de casa quando chovia. A equipe conversou comigo, antes de escavar, e avisou tudo o que ia fazer”, contou Lobo, que há 14 anos vive no Laranjal e não se recorda de obras do tipo na rua.

Artigo 37 do dispositivo delega, aos moradores, a responsabilidade pelo passeio em frente às residências, incluindo a limpeza – Fotos: Janine Tomberg

“A expectativa é de que agora se resolva”, avaliou Antônio Fernandes de Carvalho, proprietário de um bar na Uruguaiana. Comerciante há mais de 20 anos no local, também disse não se lembrar dessas intervenções, e se mostrou contente com a chegada dos funcionários do órgão municipal.

O número de canos que cada morador comprou para melhorar o escoamento na rua varia. A maioria adquiriu um ou dois, apenas para os pontos de entupimento. Já um dos vizinhos decidiu trocar toda a extensão e investiu em 19 tubos, pois os que existiam se desgastaram ao longo do tempo e quebraram, restando apenas a parte superior.

Aproveitamento

De acordo com o coordenador da Cosac Laranjal, Róger Nunes Rodrigues, a vida útil dos canos oscila entre 10 e 15 anos. Aqueles que possuem armação de ferro até podem ser reutilizados, porém ocorre na minoria dos casos, pois o material acumulado em seu interior, com o passar do tempo, sedimenta e dificulta a retirada sem algum estrago.

Com o passar dos anos, tubulação apresenta desgaste - Fotos: Divulgação/Ssui

Apesar de não ser obrigatório, o coordenador enfatiza que as equipes sempre buscam entrar em contato com os moradores, antes de fazer a intervenção, a fim de que estejam cientes. A Ssui trabalha seguindo os artigos 37 e 39 do Código de Posturas: o primeiro delega aos moradores a responsabilidade pelo passeio em frente às residências, incluindo a limpeza; o segundo proíbe impedir ou dificultar o escoamento da água pelas tubulações, o que é passível de multa de cinco Unidades de Referência Municipal (URM), o equivalente a R$ 569,60.

Confira as fotos da reportagem neste link do Flickr da Prefeitura.

Tags

drenagem, vazão, desobstrução, trocas de encanamentos, construção de caixas de esgoto, melhorias no escoamento, cosac, código de posturas de pelotas

Carregando 0%