ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Educação e Desporto

Prefeitura aumentou 523 vagas na Educação Infantil em 2019

Projeção do Município é que mais 715 sejam criadas neste ano, a partir da ampliação de escolas e da inauguração de novos educandários

Por Luiza Meirelles 13-01-2020 | 16:09:45

Mais 523 vagas na Educação Infantil municipal foram criadas pela Prefeitura em 2019, o que representa um acréscimo de 7,7% em comparação a 2018. Enquanto 6.755 alunos, de 0 a 5 anos, estiveram vinculados à rede em escolas de Ensino Fundamental (Emefs) e de Educação Infantil (Emeis), em 2018, 7.278 crianças tiveram sua vida escolar no Município, em 2019.

O aumento acompanha e supera a evolução evidenciada a nível nacional, identificada pelo Censo Escolar – divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Ministério da Educação, no início deste ano. Ao passo que a ampliação registrada no ensino público do Brasil corresponde a 4,2% (em turmas de creche – 0 a 3 anos), na rede municipal pelotense, o aumento foi de 16,5%: 1,6 mil vagas, em 2018, para 1,9 mil, em 2019.

Fotos: Gustavo Vara e Michel Corvello/arquivo

O mesmo ocorre ao se comparar os dados referentes à pré-escola (4 e 5 anos), quando um acréscimo de 0,75% foi registrado no país e de 4,7% em âmbito municipal: de 5 mil para 5,3 mil. As reformas e ampliações executadas nas escolas foram essenciais para a maior absorção de alunos da Educação Infantil. No ano passado, mais três Emeis foram entregues totalmente requalificadas aos pelotenses, melhorando o ensino nos bairros e o dia a dia de crianças e educadores.

“Não vamos parar de investir na educação, que é forma de transformar realmente a sociedade e de preparar as nossas crianças para um futuro melhor”, disse a prefeita Paula Mascarenhas, referindo-se à importância do primeiro contato dos pequenos com a escola, uma vez que ele é fundamental para a sua progressão pedagógica.

A gestora ressaltou que os números confirmam o trabalho feito pela Administração visando à melhoria da Educação Infantil. “Temos equipes qualificadas, escolas completamente revitalizadas, que são lindas e dão orgulho à rede municipal e, agora, estamos ampliando as vagas para trazer mais uma resposta à sociedade”, complementou a prefeita.

Plano Nacional de Educação

A Prefeitura atende toda a demanda de crianças a partir dos 4 anos, considerando a alteração na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, em 2013, que tornou o ensino obrigatório a partir desta idade. A rede municipal, mesmo tendo até 2024 para absorver o mínimo de 50% da demanda reprimida de alunos de 0 a 3 anos – conforme determina a Meta 1, do Plano Nacional de Educação –, já atingiu o objetivo no ano passado, acolhendo mais da metade das crianças desta faixa etária.

Fotos: Gustavo Vara e Michel Corvello/arquivo

Mais espaços requalificados, mais vagas

Com as ampliações da Marília Poliesti, no Porto, da Nestor Rodrigues, no Jardim do Prado, e da Herbert José de Souza, no Pestano, mais de 105 vagas foram criadas, sem contar as obras em instituições de Ensino Fundamental que possibilitaram realizar mais matrículas em 2019. O investimento da Prefeitura para recuperar os espaços, tornando-os mais confortáveis, arejados, bonitos e adequados à educação, superou os R$ 3,2 milhões, com recursos municipais.

Neste ano, mesmo sem a entrega oficial da reforma, a Marechal Rolim já disponibilizou mais 75 vagas às crianças do Porto. Das 29 Emeis de Pelotas, duas são novas e 24 já foram transformadas com as reformas, o que significa que 88% das escolas infantis de Pelotas já foram reconstruídas e ampliadas pelo Município desde 2014. Até o meio do ano, o número deve chegar a 96%, com a entrega de mais dois educandários revitalizados: as Emeis Anita Malfatti, na Gotuzzo, e Marechal Ignácio de Freitas Rolim, no Porto, com obras na etapa de acabamentos.

715 projetadas para 2020

Quatro grandes construções vão impactar significativamente na rede municipal de ensino em 2020. São as Emeis Navegantes, Sanga Funda e Vila Princesa, e a Emef Sítio Floresta que, ao todo, abrirão mais 520 vagas na Educação Infantil do Município. Além delas, a ampliação das escolas Anita Malfatti, Marechal Rolim, Brum de Azeredo e Ferreira Vianna – com a construção de novas salas – impactará na oferta de outras 195.

A Emei Navegantes, cuja obra já está pronta, oferecerá 120 vagas para alunos de 0 a 3 anos. A nova Emef Sítio Floresta – investimento de R$ 3,3 milhões, da Prefeitura – acolherá 500 alunos; destes, 160 serão estudantes da pré-escola. As Emeis Sanga Funda e Vila Princesa atenderão outras 120 crianças, cada uma.

Escolas parceiras

O número de vagas de Educação Infantil em instituições assistenciais e filantrópicas, que recebem recursos da Prefeitura para sua manutenção, também aumentou. Em 2018, foram 709 matrículas em oito entidades e, em 2019, 731 – fazendo com que mais de 8 mil crianças fossem vinculadas à rede municipal no ano passado.

Veja onde estarão as novas vagas

Arte: Mariana Valente

Tags

educação infantil, escolas, emefs, emeis, requalificação, ampliação

Carregando 0%