ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Assessoria de Comunicação

Prefeitura monitora reflexos da chuva na cidade e na zona rural

Setores envolvidos não registraram chamados de emergência, embora as precipitações fortes e com descargas elétricas

Por Tânia Magalhães 25-06-2020 | 11:37:51

A Prefeitura, desde a noite de quarta-feira (24) até a manhã desta quinta (25), passou monitorando os reflexos da chuva tanto na cidade como na zona rural. Embora fortes e com períodos de descargas elétricas, as precipitações não provocaram emergências. Nenhum chamado para atendimento foi registrado pela Defesa Civil (DC), Sanep e secretarias de Assistência Social (SAS), Transporte e Trânsito (STT), Serviços Urbanos e Infraestrutura (Ssui), e Desenvolvimento Rural (SDR), entre as 19h de quarta até as 9h desta quinta-feira.

Embora fortes, as chuvas não demandaram emergências - Fotos: Arquivo/Ascom

De acordo com a Defesa Civil, o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), às 9h desta quinta-feira, registrava 32,8 milímetros de chuva nas últimas 12h. “As precipitações de junho estão acima da média mensal, mas não são suficientes para normalizar a defasagem do primeiro semestre do ano”, observa o coordenador da DC em Pelotas, Paulo Darci dos Santos. 

A chuva da noite, madrugada e manhã não provocaram emergências para atendimento da unidade da DC. Nenhum chamado foi registrado. Caso necessário, os contatos devem ser feitos pelos telefones 153 ou 156.

Barragem e casas de bombas

O pluviômetro monitorado pelo Sanep, localizado na avenida Bento Gonçalves, acusou a precipitação de 28 milímetros naquela área. As chuvas de junho, somadas, atingiram 208 milímetros até esta quinta-feira. A média mensal, informada pelo Cemaden, é de aproximadamente 124 milímetros. 

As chuvas desta semana elevaram o nível da barragem Santa Bárbara. A medição, às 9h desta quinta-feira, acusava 2,06 metros abaixo do nível normal, enquanto que, na leitura anterior, a marca estava em 2,10 metros. No período crítico da seca, com pico em 11 de junho, o Sanep chegou a trabalhar com a estatística de mil milímetros de defasagem de chuvas, a contar de dezembro de 2019, e a barragem atingiu 4,40 metros abaixo do normal.

Na manhã desta quinta, todas as casas de bombas mantinham funcionamento normal, com as equipes atuando na retirada do lixo proveniente do sistema de macrodrenagem acumulado nas grades. A ação tem a finalidade de evitar danos mecânicos ao sistema.

Transporte e Trânsito

A Secretaria de Transporte e Trânsito informa que somente um semáforo teve problemas – praça 20 de Setembro com avenida Presidente João Goulart. O local foi sinalizado com cavaletes. O setor de agentes de Trânsito não registrou nenhum acidente em razão da chuva, que tenha sido atendido pela equipe. O secretário Flávio Al-Alam informa que não foi necessária a interrupção do trânsito em nenhuma via, em razão de alagamentos.

Serviços Urbanos

A Secretaria de Serviços Urbanos e Infraestrutura (Ssui), responsável pela manutenção de vias não pavimentadas, também não registrou nenhum chamado de emergência em razão das últimas chuvas.

As sete Coordenadorias de Serviços e Ações Comunitários (Cosacs), vinculadas à Ssui, mantêm equipes e maquinário em prontidão para atendimento de chamados da comunidade. Pela manhã, coordenadores realizaram vistorias para levantamento de pontos a serem priorizados com serviços de manutenção.

Assistência Social

A Secretaria de Assistência Social (SAS) não registrou nenhum pedido de ajuda da população em razão da chuva. Sempre que informada sobre emergências, soma-se aos demais setores com ações que visam atenuar e solucionar as demandas, de acordo com o secretário Marcio Sedrez.

Desenvolvimento Rural

A Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) organiza, por meio de suas administrações distritais, força-tarefa a ser empreendida na recuperação de pontos danificados pela chuva nas estradas.

O secretário Jair Seidel pondera que as precipitações foram importantes e indispensáveis para recuperação dos mananciais hídricos da colônia, e que os problemas ocasionados às estradas são rotineiros na ocorrência de chuvas. Na zona rural, também não houve registro de emergência.

Tags

chuva, monitoramento, pluviômetro, barragem, defesa civil, serviços urbanos, trânsito, zona rural, assistência social

Carregando 0%