ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Serviços Urbanos e infraestrutura

Secretaria de Educação e Desporto cede ônibus para projeto Mão de Obra Prisional

Veículo, antes utilizado no transporte escolar de alunos da zona rural, foi reformado pela Secretaria de Serviços Urbanos e Infraestrutura, e transportará os integrantes do projeto de ressocialização do Pacto Pelotas Pela Paz

Por Paulo Ienczak 26-06-2020 | 12:19:58

Na manhã desta sexta-feira (26), o secretário de Educação e Desporto (Smed), Artur Corrêa, esteve na sede da Secretaria de Serviços Urbanos e Infraestrutura (SSUI), na avenida Salgado Filho, para a entrega de um micro-ônibus, cedido para o projeto Mão de Obra Prisional (MOP). O veículo foi reformado pela SSUI e passará a transportar os cerca de 30 reeducandos participantes do projeto do Pacto Pelotas Pela Paz, que atuam junto à Secretaria. 

Fotos: Rodrigo Chagas. 

“Este veículo era utilizado no transporte escolar na colônia e foi substituído por um ônibus novo. Então, estava parado na garagem da Secretaria. Com a reforma, ficou perfeito para o transporte dos trabalhadores, dentro da área urbana. É um modo de otimizar os recursos públicos”, observou Corrêa. 

Antônio Ozório Campos, secretário de Serviços Urbanos e Infraestrutura, ressaltou a importância do veículo para o trabalho da pasta. “As equipes do MOP desempenham papel central nas nossas atividades diárias e o novo ônibus garante melhores condições para que eles desenvolvam seu trabalho. É muito importante essa parceria entre as secretarias”, disse. 

O micro-ônibus possui 22 lugares. Conforme explicou o secretário Corrêa, os veículos utilizados no transporte escolar podem rodar, no máximo, por 10 anos, de acordo com a legislação. Após esse período precisam ser substituídos. “É uma questão para garantir a segurança das crianças, mas o ônibus está em perfeitas condições de rodagem”, explica.

Mão de Obra Prisional 

O projeto Mão de Obra Prisional (MOP) faz parte do Pacto Pelotas Pela Paz, programa municipal de segurança pública do município. Apenados dos regimes aberto, semi-aberto e fechado ganham a oportunidade de ressocialização por meio de uma oportunidade de trabalho, com remuneração e redução de pena. A cada três dias trabalhados os participantes reduzem um dia do seu tempo de reclusão. O salário recebido é o equivalente a 75% de um salário mínimo. 

Diversas Unidades Básicas de Saúde (UBS), o Centro Pop e o Pronto Socorro de Pelotas (PSP) foram reformados pelo MOP. Com a pandemia do novo coronavírus, participantes do projeto atuaram na revitalização da ala Covid da Santa Casa de Misericórdia de Pelotas. Na SSUI o projeto conta com reeducandos trabalhando nos Ecopontos Municipais, nos serviços de drenagem e manutenção de praças.

Tags

mão de obra prisional, pacto pelotas pela paz, micro-ônibus

Carregando 0%