ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Defesa Civil

Prefeitura age proativamente para abrigar atingidos pelas águas

Por determinação do governo, toda a estrutura administrativa, que cuida da cidade, está à disposição da comunidade

Por Ascom 12-11-2019 | 10:53:12

De forma proativa, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social (SAS), está preparada para atender e recolher famílias, caso tenham de deixar suas moradias em razão da elevação do nível da Lagoa dos Patos e do Canal São Gonçalo, causada pelos fortes ventos. A SAS conta com estrutura para fornecer abrigo, acomodações e alimentação.

Por determinação do governo, toda a estrutura administrativa, que cuida da cidade, está à disposição da comunidade. A Secretaria de Serviços Urbanos (Ssui) somente poderá avaliar vias, nos locais que sofreram algum tipo de impacto, e providenciar a recuperação necessária quando a água da Lagoa baixar, permitindo o trabalho das equipes.

Ações previstas

As ações também estão previstas para o Pontal da Barra, que apresenta dificuldade de acesso, e as Doquinhas, na região do Porto, cuja situação é acompanhada pela Defesa Civil. De acordo com informações da SAS, ninguém, desta localidade, está em abrigos públicos, mas a Secretaria supervisiona as condições com a meta de atuar na assistência, caso seja preciso.

Na Colônia de Pescadores Z3, a água chegou à parte do Cedrinho, no entanto nenhum morador deixou sua casa até o final da manhã desta terça-feira (12). Trechos do Balneário Santo Antônio, a partir da rótula do chafariz do Shopping Mar de Dentro, também foram atingidos – o Poder Público estima que o contratempo seja revertido com o término das tempestades de vento e o início dos consertos.
 

Trabalho proativo

A Defesa Civil mantém-se em estado de atenção para eventuais rajadas intensas até a quinta-feira (14), monitorando a possibilidade de mais alagamentos. Antecipando-se a problemas com novas subas, o órgão usou cavaletes a fim de impedir a circulação de carros ou motos, por exemplo, em direção ao Pontal.  

O coordenador Paulo Darci dos Santos informa que, em determinado ponto, a água da Lagoa levou o material da pavimentação e não há, ainda, como autorizar esse tipo de tráfego. “Por enquanto, até que se estabilize o tempo e intervenções possam se efetivar, só é possível transpor o trecho crítico a pé ou a cavalo”, explica Santos.
 

Entenda a elevação

O nível da Lagoa, na manhã desta terça-feira (12), atingiu 1,95 metro na régua de marcação: o normal é de 90 centímetros, para esta época do ano. No canal São Gonçalo, a medição acusou 2 metros de altura da água, enquanto o padrão não deve ultrapassar a marca de 1,20 metro. 

Tags

pontal da barra, z3, doquinhas, estrada, ações da prefeitura, município está preparado, vento, lagoa dos patos, canal são gonçalo

Carregando 0%