ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Conselhos Municipais

Prefeita participa da Conferência Regional de Soberania Alimentar

Do evento, saem diretrizes para basear ações contra a insegurança alimentar no município e na região, e se somarão às definições da Conferência Estadual no final de julho

Por Adriana Rabassa 06-07-2022 | 15:00:11

Pelotas sedia a Conferência Regional pela Soberania Alimentar, nesta quarta-feira (6), realizada pela primeira vez na região, pela Assembleia Legislativa do Estado, Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional do Rio Grande do Sul (Consea-RS) e Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Comsea). A prefeita Paula Mascarenhas participou da abertura do evento, que ocorre até o final da tarde, no Auditório Dom Antônio Zattera da Universidade Católica de Pelotas, e contou com apresentação teatral do ator Sid Branco, que retratou a população vulnerável e sem acesso à alimentação adequada.

Paula destacou que esse evento do Comsea demonstra a importância do órgão, pois é necessário discutir a insegurança alimentar, em razão das grandes dificuldades que o Brasil vem enfrentando nessa área. “A fome vinha sendo vencida no país. Então, é inaceitável que nesse momento de pós-pandemia precisemos enfrentar a realidade da fome, novamente instalada no Brasil”, lamentou.  

A chefe do Executivo também lembrou que o Poder Público tem trabalhado muito para fortalecer as cadeias produtivas, que se preocupam com a sustentabilidade, com a agricultura familiar, e que são pilares importantes para que seja possível vencer a fome e a miséria. “Tenho orgulho de dizer que o nosso governo olhou para a zona rural do município e fortaleceu a permanência das pessoas nessa área, através da criação de políticas públicas. Em 2017, quando assumimos, existiam oito agroindústrias familiares em Pelotas e, hoje, são 42, além de outras em formação. Isso gera riqueza, renda, agrega valor às pequenas propriedades e aos agricultores, fazendo com que permaneçam no meio rural e possam ver futuro para suas famílias, além de fazer com que tenham mais capacidade de entrega da sua produção”, afirmou a gestora.

Fotos: Gustavo Vara

As políticas públicas voltadas aos quilombolas e o trabalho integrado entre as secretarias municipais para atuar junto às comunidades mais vulneráveis também foram lembrados pela prefeita, que afirmou: “Por mais que o Poder Público faça, muitas vezes essas pessoas, que sofrem com a falta de alimentos, nem conseguem chegar aos serviços com suas necessidades, pois há uma grande dificuldade causada pela exclusão social, que também gera falta de informação”. Assim, ela concluiu que, por isso, o Comsea tem um papel tão importante, pois atua através de uma rede de pessoas e instituições e colabora para aproximar quem está em vulnerabilidade dos serviços que podem ajudá-lo a ter um pouco mais de dignidade.

Durante o evento, também foram debatidos alguns eixos temáticos, como a produção, abastecimento e acesso aos alimentos; a educação alimentar e qualidade dos alimentos; as políticas públicas de segurança alimentar e nutricional; e o sistema de segurança alimentar e nutricional (Sisan). Alimentos produzidos na colônia de Pelotas e artesanatos também foram expostos ao longo da programação, estando disponíveis para comercialização por representantes das feiras agroecológicas Quilombola Aketirene, de Economia Solidária Bayo, da empresa Essência da Vida, do Quilombo Rincão da Faxina e do Kilombo Urbano Ocupação Canto de Conexão. 

Os resultados da Conferência Regional de Pelotas serão levados para discussão durante a 8ª edição da Conferência Estadual de Soberania e Segurança Alimentar Nutricional e Sustentável, entre os dias 27 e 28 de julho, no Teatro Dante Barone, em Porto Alegre. Com o tema “A fome voltou. Medidas já!”, as discussões têm o objetivo de produzir um diagnóstico participativo, a partir dos municípios e regiões gaúchas, que possa indicar as características daqueles que convivem com a fome e traçar soluções para esse problema social. Essas diretrizes, construídas com a participação de pessoas e instituições, serão encaminhadas ao governador do Estado. 

Participaram da abertura do evento o pró-reitor acadêmico da UCPel, Ezequiel Megiato, a representante do Kilombo Urbano Ocupação Canto de Conexão, Sônia Maria Madruga, o presidente do Consea-RS, Juliano de Sá, o pró-reitor de Extensão e Cultura da UFPel, Eraldo dos Santos Pinheiro, e os representantes do Fórum em Defesa da Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional de Pelotas e região, Larissa Padilha de Britto, e do Comsea, Thiago Nunes.

Tags

soberania alimentar, alimentação, segurança alimentar, comsea, pelotas

Carregando 0%